Samuel Hahnemann - Fundador da Homeopatia Samuel Hahnemann, fundador da homeopatia em 1779

A importância da Homeopatia e da escolha de um médico homeopata: “Busque um homem sensível, íntegro, que seja consciente do que estudou e do que sabe, que responda com clareza e precisão a todas questões que lhe competem; que não saia nunca do assunto e não fale se não é questionado; enfim, um homem que não permaneça alheio ao que lhe concerne, em especial a humanidade. Escolha preferencialmente um médico que nunca seja grosseiro, que nunca se irrite a não ser perante uma injustiça; que não deprecie a ninguém, a não ser aos aduladores; que tenha poucos amigos mas todos eles de bom coração; que dê aos que sofrem a liberdade de queixar-se; que jamais expresse uma opinião antes de haver meditado bem; que prescreva poucos medicamentos, a maioria das vezes um único, e em substância; que se mantenha modestamente à margem, longe das multidões; que não silencie o mérito dos colegas e não elogie a si mesmo; e por último que seja um amigo da ordem e da tranqüilidade e um homem que ame a seus semelhantes e seja caridoso. Uma coisa mais: antes de decidir, observe como se comporta com os enfermos pobres e se em seu gabinete, quando está só, se ocupa de trabalhos sérios”. (Orientação de Hahnemann em carta a um príncipe europeu sobre como proceder para escolher um médico homeopata e o tratamento de Homeopatia.) O Consultório médico homeopático Mangolini adota a terapia unicista tradicional da Homeopatia sem desprezar os avanços da medicina atual e tendo como direcionamento o bom senso sem radicalismo.